Vol. 12, No 4 (2013)

Outubro - Dezembro

Editorial BJM/ReMARK vol. 12, n. 4, 2013

Caros leitores,

É com grande satisfação e alegria que apresentamos este último número do volume 12 de nossa revista, a Revista Brasileira de Marketing – ReMARK. Há cerca de um ano, mais precisamente no editorial do último número do ano passado (2012), quando assumimos a Revista, já sinalizamos as principais mudanças para o ano de 2013: passar de 03 (três) para 04 (quatro) números por volume – ou seja, por ano –, bem como passar de 08 (oito) para 10 (dez) artigos por número publicado; e sofisticar o processo de avaliação, aumentado o nível de exigência para que um artigo fosse considerado bom o suficiente para ser publicado na revista.

Estas mudanças eram diretrizes que se fundamentavam no objetivo estratégico proposto por nós para a ReMARK: ser o locus da discussão científica do Marketing no Brasil. Tratava-se de um desafio enorme, principalmente pelo que expusemos nos editoriais ao longo do ano: aumento expressivo do número de submissões; e demora na designação, causada pelo baixo número de avaliadores que – de fato – avaliavam os artigos designados por nós. Graças ao trabalho executado pela equipe toda, conseguimos terminar o ano com os 04 (quatro) números com 10 (dez) artigos cada, ou seja, passar de 24 (vinte e quatro) para 40 (quarenta) artigos/ano, aumentando o nível de rigor nas avaliações. No primeiro número de 2014, daremos mais detalhes de todo o processo de mudança e o que isso implicou em termos tanto quantitativos, quanto qualitativos.

Vale ressaltar que só conseguimos atingir nossos objetivos por conta de algumas mudanças bastante importantes ao longo do ano. A primeira delas foi a implementação de um processo de desk review mais rigoroso, como primeiro passo do processo de avaliação, para garantir que os avaliadores utilizassem seu tempo em cima de textos mais maduros e, portanto, mais próximos do nível adequado a uma publicação como a nossa. A segunda foi a criação do cargo de Editor Adjunto, a partir do segundo semestre deste ano. A terceira foi o aumento do número de avaliadores. Juntos, Editor Científico e Editora Adjunta empreenderam um esforço de aumento da base de avaliadores em todas frentes teórico-metodológicas do Marketing, mas, principalmente, no concernente ao uso de técnicas qualitativas, onde tínhamos nossa base mais prejudicada.

Satisfeitos com o desempenho de 2013, mas ainda inquietos e certos de que precisamos continuar empreendendo esforços constantes para a melhoria da qualidade da Revista Brasileira de Marketing – ReMARK, já estamos preparando o terreno para as mudanças de 2014. A primeira delas não deve ter passado desapercebida pelos que frequentemente acessam a nossa página, pois mudamos a língua principal de Português para Inglês. O que queremos com esta mudança é sinalizar mais um passo rumo à internacionalização da revista. Gostaríamos, portanto, de receber – mesmo de brasileiros – artigos em língua inglesa, visto que esta é a melhor maneira de aumentar o acesso aos nossos papers em nível internacional. Ao mesmo tempo, vamos começar um processo de atração tanto de leitores, quanto de autores internacionais. Continuaremos, claro, a receber originais em língua portuguesa e espanhola. Mas, a partir de 2014, a Revista Brasileira de Marketing – ReMARK, passará a ser a Brazilian Journal of Marketing – BJM e seu editorial será escrito originalmente em língua inglesa.

Outra novidade será a publicação de nossa primeira Edição Especial, que já está ‘no forno’ e deve ser publicada no segundo semestre de 2014. Esta prática passará a ser uma constante em nossa rotina de edição, inclusive, com o convite a pesquisadores especialistas em determinados temas como Editores Convidados às Edições Especiais.

Enfim, esses foram os principais acontecimentos de 2013 e as ações para 2014 que consideramos mais relevantes para serem comunicadas, no momento. Oportunamente, entraremos em mais detalhes acerca dessas novidades, ao longo ao próximo ano. Agora, passamos aos artigos desta edição.

Iniciamos com dois estudos experimentais, o primeiro tratando do processamento atentivo e pré-atentivo das informações e sua influência no comportamento das pessoas, e o segundo tratando do contexto de transgressão e a capacidade de supressão emocional por parte do consumidor. São eles “PROCESSAMENTO DE MARCAS PRÉ-ATENTIVO VERSUS ATENTIVO: Um teste das diferenças no registro dos estímulos pelos indivíduos”, de Tais Andreoli, Andres Veloso e Leandro Batista e “EMOTIONAL SUPPRESSION AS A MODERATOR OF THE IMPACT OF TRANSGRESSION ON CONSUMERS’ SATISFACTION”, de Danielle Mantovani, José Carlos Korelo, Paulo Henrique Muller Prado e Tatiane Silva dos Santos.

O segundo conjunto de artigos, também de caráter quantitativo, aborda – por meio de survey – questões relacionadas ao materialismo e a autoestima e sua influência no consumo de cirurgias estéticas; e o preço como mecanismo de punição e sua relação com o tempo de contrato de serviços de ginástica, pelo viés de reforço de saúde/estética. São eles “FATORES DETERMINANTES DA PROPENSÃO AO CONSUMO DE CIRURGIAS PLÁSTICAS ESTÉTICAS”, de Mateus Canniatti Ponchio, Carla Giglioli Martins, Cecilia Bandeira de Melo Vieira e Daniela Menezes e “ENCADEAMENTO COMPORTAMENTAL QUE INCENTIVA O TEMPO DE CONTRATO COM CLIENTES DE ACADEMIA DE GINÁSTICA”, de Rafael Barreiros Porto e Jurema Barreto da Silva.

Satisfação e Lealdade – construtos tradicionalmente pesquisados no Marketing – também foram contemplados neste número, por estudos que empregaram a modelagem de equações estruturais como técnica principal de análise estatística. São eles “STORE IMAGE ATTRIBUTES AND CUSTOMER SATISFACTION IN SUPERMARKETS IN CAMPO GRANDE/MS”, dos autores Eluiza Alberto de Morais Watanabe, Dario de Oliveira Lima-Filho e Cláudio Vaz Torres e “ESTUDIO DEL PROCESO DE FIDELIZACIÓN DEL CONSUMIDOR FINAL”, de Juan Carlos Fandos, Marta M. Estrada, Diego Monferrer, Luis Callarisa.

Dois importantes institutos da sociedade brasileira também foram pesquisados pela perspectiva do marketing e, mais particularmente, do consumidor: a educação e os serviços públicos de telecomunicações. Essas temáticas tornam-se relevantes não somente por articularem o Marketing, mas, também, por propiciarem o diálogo deste com outros campos científicos, aumentando a possibilidade de citação por cientistas de outras áreas, um dos ‘marcadores científicos’ relevantes para que um campo disciplinar seja considerado relevante pela comunidade científica. São eles “COMPREENDENDO AS DIMENSÕES DE RELACIONAMENTO NO CONTEXTO DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: ESTUDO A PARTIR DE UM MODELO DE MENSURAÇÃO DE WESTBROOK E DHOLAKIA”, dos pesquisadores Patrícia Aparecia Veber, Tito Luciano Hermes Grillo e Stefânia Ordovás Almeida e “APLICAÇÃO DO MÉTODO AHP NA TOMADA DE DECISÃO PARA A REDUÇÃO DOS NÍVEIS DE AÇÃO LEGAL EM TELECOMUNICAÇÕES”, dos autores Rodrigo Araújo Pereira e David Bianchini.

E, para fechar o ano de 2013, apresentamos dois artigos de caráter mais teórico, que abordam perspectivas bastante particulares do marketing. Uma delas concernente a um domínio substantivo que deve receber maior atenção dos pequisadores das Ciências Sociais e da Saúde no Brasil ao longo dos próximos anos – o Esporte. A outra, relativa a uma das cobranças gerenciais contemporaneas mais veementes aos profissionais de marketing nas organizações brasileiras – o Retorno de Investimentos em Marketing – articulando o Marketing às áreas de Finanças e Estratégia. São eles “UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO ACADÊMICA BRASILEIRA EM MARKETING ESPORTIVO ENQUANTO ÁREA MULTIDISCIPLINAR”, dos autores Leandro Mazzei, Nara Silveira de Oliveira, Ary José Rocco Jr. e Flávia da Cunha Bastos e “ENSAIO SOBRE A ANÁLISE DE DESEMPENHO EM MARKETING E APLICAÇÃO DE MÉTRICAS”, de Leandro Angotti Guissoni e Marcos Fava Neves.

Desejamos a todos uma ótima leitura, um Natal cheio de alegria e que 2014 seja um ano bastante positivo para a Academia de Marketing do Brasil!

 

Otávio Freire – Editor Científico

Suzane Strehlau – Editora Adjunta

Sumário

Artigos

Processamento de Marcas Pré-Atentivo versus Atentivo: Um Teste das Diferenças no Registro dos Estímulos pelos Indivíduos PDF
Tais Pasquotto Andreoli, Andres Rodriguez Veloso, Leandro Leonardo Batista 01-26
Emotional Suppression as a Moderator for the Impact of a Transgression on Consumers’ Satisfaction
Danielle Mantovani, José Carlos Korelo, Paulo Henrique Muller Prado, Tatiane SIlva dos Santos 27-43
Fatores Determinantes da Propensão ao Consumo de Cirurgias Plásticas Estéticas PDF
Mateus Canniatti Ponchio, Carla Giglioli Martins, Cecilia Bandeira de Melo Vieira, Daniela Menezes 44-63
Encadeamento Comportamental que Incentiva o Tempo de Contrato com Clientes de Academia de Ginástica PDF
Rafael Barreiros Porto, Jurema Barreto da Silva 64-84
Store Image Attributes and Customer Satisfaction in Supermarkets in Campo Grande-MS
Eluiza Alberto de Morais Watanabe, Dario de Oliveira Lima-Filho, Cláudio Vaz Torres 85-107
Estudio del Proceso de Fidelización del Consumidor Final PDF
Juan Carlos Fandos, Marta M. Estrada, Diego Monferrer, Luis Callarisa 108-127
Compreendendo as Dimensões de Relacionamento no Contexto do Ensino Superior Brasileiro: Estudo a Partir de um Modelo de Mensuração de Westbrook e Dholakia PDF
Patrícia Aparecida Veber, Tito Luciano Hermes Grillo, Stefânia Ordovás Almeida 128-152
Aplicação do Método AHP na Tomada de Decisão para a Redução dos Níveis de Ação Legal em Telecomunicações PDF
Rodrigo Araújo Pereira, David Bianchini 153-182
Uma Análise da Produção Acadêmica Brasileira em Marketing Esportivo Enquanto Área Multidisciplinar PDF
Leandro Mazzei, Nara Silveira de Oliveira, Ary José Rocco Jr., Flávia da Cunha Bastos 183-200
Ensaio sobre a Análise de Desempenho em Marketing e Aplicação de Métricas PDF
Leandro Angotti Guissoni, Marcos Fava Neves 201-229


ISSN: 2177-5184